Operação Ágata 11: Mais de 700 veículos fiscalizados

Fotos - Heloise Santi
A operação Ágata 11 iniciou na segunda-feira, 13, em Frederico Westphalen e região. A atuação já contabiliza mais de 700 veículos revistados e diversas ações sociais, dentre elas visita a escolas, com orientações sobre saúde e combate ao Aedes aegypti.
Coordenada pelo 27º Grupo de Artilharia de Campanha (GAC) “Grupo Monte Caseros”, quartel sediado em Ijuí, em conjunto com órgãos de segurança pública federais, estaduais e municipais, na faixa de fronteira entre Brasil e outros dez países sul americanos.
A operação tem o objetivo de combater delitos transfronteiriços e ambientais, bem como intensificar a presença do Estado Brasileiro nessas áreas. “Nós não temos uma previsão ainda de quanto tempo ficaremos pela região, porque nossa atuação é de acordo com as ações que precisam ser realizadas. Temos atuado nas rodovias da região para coibir a entrada de ilícitos, explosivos e crimes ambientais. A revista de veículos é nossa principal ação aqui e temos sido muito bem recebidos”, salientou o comandante do 27º GAC, coronel Ganimedes da Silva Mergulhão.
Foram fiscalizados, de 13 a 15 de junho, 632 carros, 48 caminhões, 22 ônibus e 13 motos. De acordo com o coronel, até o momento nada foi apreendido e nesta quinta-feira, 16, o efetivo realizou uma ação volante com a Receita Estadual.
Efetivo
Com dois acampamentos, um em Frederico Westphalen e outro em Rio dos Índios, são mais de 190 militares atuando na região, com cerca de 26 veículos, dentre viaturas, embarcações, helicópteros e aviões, para realizar patrulhamento e inspeção naval na calha dos rios; bloqueio e controle de estradas e vias urbanas; patrulhamento terrestre ostensivo juntamente com órgãos de segurança pública; reconhecimento especializado de fronteira; revista de pessoas, embarcações, aeronaves e instalações; fiscalização de produtos controlados; operação de busca e apreensão; reconhecimento e transporte aéreo, bem como interceptação de aeronaves suspeitas.
Reforço canino
Desta vez, a operação conta com o apoio do 3ª Batalhão de Polícia do Exército, seção de cães de guerra, de Porto Alegre, que veio para Frederico Westphalen com quatro animais.
De acordo com a capitã Patrícia Barbosa da Silva, veterinária-chefe do canil, os animais são treinados para faro de drogas, explosivos, policiamento ostensivo, demonstrações de adestramento, sempre em ações militares. “Temos 27 animais, no total, das raças pastor-belga malinois, pastor-alemão, labrador e rottweiler. Estamos aqui, hoje, com quatro pastores-belga malinois para auxiliar na revista dos veículos, pois sabemos que o faro do animal é muito mais preciso. Viemos para reforçar a ação, devido à importância que essa região de fronteira tem”, salientou.
Ação Cívico-Social
Além do combate aos ilícitos, a operação contempla também as chamadas Ações Cívico-Sociais (Acisos), que têm o objetivo de aproximar a população do Exército. São realizadas atividades como atendimento médico, odontológico, hospitalar e exposição de materiais e veículos. Neste ano, a ação em Frederico Westphalen acontece neste sábado, 18, a partir das 9 horas.
A programação acontece na Praça da Matriz. “Vamos expor uma unidade de cada um dos veículos que trouxemos para cá. Também, ações em saúde e brincadeiras para as crianças”, comentou o coronel Mergulhão.
Em parceria com a prefeitura, no local haverá, ainda, unidade móvel da saúde com escovação, orientações do Serviço de Assistência Especializada (SAE), palestra sobre o Aedes aegypti, brinquedos, algodão-doce, pipoca, refrigerante, apresentações e atividades recreativas do Exército, tudo oferecido gratuitamente à população frederiquense.

Folha

Operação Ágata 11: Mais de 700 veículos fiscalizados Operação Ágata 11: Mais de 700 veículos fiscalizados Reviewed by Josias Marques on sexta-feira, junho 17, 2016 Rating: 5