Imagens de carro que seria de madrasta reforçam suspeita de que morte de Bernardo foi premeditada

Foto: Reprodução

O advogado de Jussara Uglione, avó do menino Bernardo Uglione Boldrini, diz ter encomendado perícia nas imagens que teriam sido gravadas dois dias antes do crime, em 2 de abril de 2014, em Frederico Westphalen. 

O vídeo reforça a suspeita de que a morte do menino Bernardo foi premeditada. De acordo com Marlon Taborda, as imagens mostram o carro que pertence ao pai do menino, Leandro Boldrini, usado pela madrasta, Graciele Ugulini, nas imediações do local onde Bernardo foi enterrado, dois dias antes do crime. Os dois estão entre os acusados da morte.

O vídeo tem data de 2 de abril, e o menino foi morto no dia 4. Para o advogado, o vídeo demonstra premeditação. “As imagens condizem com trecho do depoimento de Edelvânia Wirganovicz, amiga de Graciele e também ré pelo crime. Ela disse que elas foram verificar o local antes”, afirmou.

Entenda o Caso Bernardo

Bernardo Uglione Boldrini, de 11 anos, desapareceu no dia 4 de abril, em Três Passos. Dez dias depois, o corpo do menino foi encontrado no interior de Frederico Westphalen, dentro de um saco plástico, enterrado às margens de um rio. Foram presos o médico Leandro Boldrini, a madrasta Graciele Ugulini e uma terceira pessoa, identificada como Edelvânia Wirganovicz. Evandro Wirganovicz, irmão de Edilvânia, também foi preso acusado de participar da ocultação do cadáver. Os quatro foram indiciados e irão a julgamento.

As informações são do G1 RS/TP News

             
Imagens de carro que seria de madrasta reforçam suspeita de que morte de Bernardo foi premeditada Imagens de carro que seria de madrasta reforçam suspeita de que morte de Bernardo foi premeditada Reviewed by Josias Marques on sexta-feira, junho 17, 2016 Rating: 5